sábado, dezembro 08, 2007

neve, só onde tem neve

não suporto natal. tenho pânico.
musiquinhas, guirlandas, papai noel.
e a neve.

mesmo sabendo que tudo sempre pode piorar, ainda me assusto com algumas coisas.
a savassi, por exemplo. por dois motivos:

- uma companhia de telefone celular enfeitou o ponto de ônibus que fica em frente a uma das sua pricipais lojas, em plena avenida cristóvão colombo, com pinheirinho, bolas e uma pseudo neve pra arrematar. faz sentido? é mau gosto e falta de noção.

- a praça da savassi. pelavodedeus. eu já tinha achado o fim eles enfeitarem 3 dos 4 cantos da praça com figuras grandes de flocos de neve. noção zero. e, como se não bastasse, surgiram umas figuras HORROROSAS de anjos HORRÍVEIS. noção negativíssima.

considerando que abolir o natal de uma hora pra outra é impossível, e que, portanto, o comércio em geral vai continuar estimulando o " " espírito natalino através da decoração e de elementos como a música, será que é pedir muito querer ver coisas mais coerentes com o termômetro?

4 comentários:

Carol Domingues disse...

Pqp Fe, eu tb odeio Natal! Aqui em Sp tem um banco na Paulista que faz "A" decoração de Natal e o pessoal para na frente pra tirar fotos e tal, é deprimente!!!!

Natal, Ano Novo e Carnaval são épocas que eu odeio, me tranco em casa com meus livros e filmes e não saio de jeito nenhum! É felicidade demais pra minha cabeça...

Bjosssssssssssssssss

tati disse...

é bizarro passar perto dessas coisas, especialmente com o sol rachando.

enquanto dá disse...

Bom, eu gosto do Natal por razões pessoais, assim, mas também fico puta porque ainda, depois de tanto tempo, as pessoas ainda importam as caricaturas "neve". Outro dia, fui num salão e vi uma árvore de natal fofa, em que ao invés de bolinhas tinha enfeitinhos de palha, coraçõeszinhos xadrez tipo almofadinhas, sabe, e as outras coisinhas eram frutinhas e tal. Pensei comigo: até que enfim!! e fui perguntar de onde veio. Da Itália. Humpf. Foi pro ralo a intenção de achar qualquer outra coisa a não ser bolinhas brancas cheias de roupa vermelha e gorros e sapatinhos de neve...

Anônimo disse...

Argh. Presto minha solidariedade.

Aqui tambem tem dessa maldita neve artificial tambem. Nos shoppings, por exemplo. E eu acho que eh feita de sabao...

Ate me lembrei de um episodio do Becker - o medico mal-humorado que detesta gente (e Natal, claro)-, em que ele acaba enterrado ate o pescoco numa neve artificial, cheio de criancinhas em volta e com um trenzinho rodando e apitando na orelha dele!

Natalia