segunda-feira, abril 14, 2008

buemba!

será o fim dos estereótipos?!
ou o início de uma guerra?


para tom austin, pesquisador da gartner, o responsável pelo setor de ti de uma empresa deve ser um humanista e não um especialista em programação. ele acredita que as ciências socias passarão a ter mais importância nos departamentos de ti do que o próprio ti. ele tb acha que as empresas deveriam se preocupar menos em bloquear o uso de sites como facebook (no brasil ele falaria no orkut) e youtube e mais em como utilizá-los para aumentar a produtividade.

a entrevista completa está aqui.

também sobre o assunto, glenn edens, da sun microsystems, disse em 2005:

A research lab attracts a different personality than a pure product group. And pure academic research and big science attract an even different personality type. So, we're kind of in the middle. My joke about this -- and I get a lot of grief over it, but I still think it's a good metaphor -- is that product organizations are mostly staffed with engineers. And engineers are mostly nerds, who ask: "How are we going to get this done? How does this work? How can we make it better?" How, how, how.

A research lab tends to consist of hippies, and hippies just ask why. Why, why, why. Why do I have to do it this way? Why should I do that? Why do I need to fill out this form? Why do I have to -- anything. Everything is a question. There is nothing that happens here without an argument. But that's part of our robust culture, and it's the "why" versus the "how". The reason I get in trouble with that analogy is, of course, there are very good engineers in the labs, and there are very good hippies in the product groups.


divertido, hehehe.
veja tudo que ele disse aqui.

2 comentários:

Kenji disse...

eu acho benéfica a "interdisciplinariedade" pq ela promove o profissionalismo (deixe quem sabe fazer o que sabe) mas acho difícil que a coisa polarize numa ou noutra coisa.

o que é mais provável, na minha opinião, é que haja cada vez mais uma interseção de conhecimentos, mas eu não diria que isso seria muito profundo não

Kenji disse...

e aí? já tá se divertindo com os limites, as derivadas e as integrais? ;-)