quarta-feira, março 14, 2007

enquanto um post interminável não fica pronto (pois é), vim escrever sobre uma coisa que está na minha cabeça já há alguns dias.

sempre gostei de prestar atenção em ambulâncias e não entendia pq o som muda depois que a sirene passa por nós. a mesma coisa acontecia durante as viagens, quando um carro ultrapassava o que eu tava. até que, ainda no colégio, descobri que isso era tão importante que tinham estudado o fenômeno. estava nos livros de física e até tinha um nome. fiquei maravilhada. foi como se eu descobrisse que eu não era a única menina que se divertia e tentava entender aquela relação entre som, tempo e espaço.

efeito doppler. tem tudo aqui.

mas então, por esses dias, fiquei imaginando como a idéia desse fenômeno daria um roteiro de filme bem legal. pensei inclusive no diretor: charlie kaufman. tá, não é nenhuma idéia do outro mundo. basicamente mais um filme sobre aquele instante em que alguma coisa acontece e tudo muda. mas baseado em leis físicas. só que não sou roteirista e não sei como isso seria encaixado.

foi só uma idéia que apareceu qdo eu atravessava a rua um dia desses.



e depois do stumble upon, agora é a vez de voltar a usar o last.fm. descobrindo outras utilidades.

4 comentários:

Kenji disse...

o mais engraçado sobre o efeito doppler é que os primeiros experimentos sofriam pela falta de recursos técnicos

um dos primeiros foi pegar uma locomotiva e colocar pessoas tocando cornetas em cima, e no caminho, colocar várias pessoas como ouvido absoluto anotando que nota essas pessoas estavam tocando

um dos maiores problemas dessa abordagem completamente "analógica" das coisas era justamente que a locomotiva fazia barulho demais para se ouvir as cornetas :-)

mas o estudo da física, principalmente a avançada (livro 4 de física do halliday) nos traz uma certa humildade perante a natureza, uma vez que muito da nossa intuição vem da nossa experiência e percepção, e que a observação científica pode ser uma coisa mais difícil que parece

filósofos acabam estudando um pouco de física moderna pq ela levanta questões filosóficas interessantes, com a natureza dual da luz, ou em termos mais famosos, o gato de schrodinger...

procure um livro que se chama o quark e o jaguar, ou alice no país do quantum. não exigem bagagem matemática e dão a ciência de forma intuitiva. vc vai se assustar de saber como o nosso mundo parece ser de verdade :-)

fernanda disse...

foi por mto pouco que eu não escolhi fazer física na época do vestibular. continuo amando o assunto, apesar de ter deixado meio de lado.
o quark e o jaguar tá na fila pra eu ler. primeiro quero terminar a breve história do tempo.
mas adorei a história das cornetas na locomotiva!
:)

Kenji disse...

a teoria da física é linda

os cálculos são o pé no saco

pena que o estudo sério de um exige o outro

Bean disse...

sensacional. o tal doppler, a teoria, o roteiro... vc deveria levar isso adiante!